Andrea Motis no Misty Fest 2018 no Porto

Andrea Motis no Misty Fest 2018 no Porto

A jovem trompetista espanhola estreia-se em Portugal dentro do Misty Fest 2018 que vai ter lugar em Lisboa e o Porto entre o 30 de outubro e o 25 de novembro.

O espantoso em Andrea Motis é que apesar da sua tenra idade –a trompetista e cantora de Barcelona soma apenas 23 anos– ela já conta com um álbum em nome próprio na prestigiada etiqueta Impulse! –Emotional Dance foi editado, perante aclamação generalizada, em 2017–, variadíssimas colaborações com o seu mentor, o baixista Joan Chamorro, o primeiro dos quais, Joan Chamorro presenta Andrea Motis, quando contava meros 15 anos de idade. A esse registo somam-se mais uma dezena em colaboração com o seu mentor ou com o colectivo Sant Andreu Jazz Band, uma marca impressionante de um talento fora do comum que logo em 2007, quando Andrea tinha apenas 12 anos, se começou a manifestar em palcos de forma muito séria.

No seu período formativo, Motis, que também é uma executante sólida no saxofone alto, tocou trompete –que considera o seu primeiro instrumento, ao lado de grandes nomes do jazz mundial como o trombonista Wycliffe Gordon, os saxofonistas Jesse Davis e Dick Oatts ou o clarinetista Bobby Gordon. Tocar trompete, explica, revelando uma sabedoria bem mais ampla do que a sua idade deixaria antever, é como meditar. É parte importante da minha vida. Mas não quero apenas escolher um lado, porque gosto de tudo, confessa, referindo-se ao facto de ao lado de Chamorro ter igualmente descoberto a sua voz como instrumento.

Naquele que é já o seu segundo registo para a Impulse!, Emotional Dance, a sua voz ocupa um espaço de eleição. Comparada tanto a Billlie Holiday como a Norah Jones, Andrea Motis revela uma voz alto, com fraseado sucinto, mas imaginativo, bem expresso logo no tema de abertura, o standard He is Funny That Way. A propósito deste álbum, John Fordham escreveu no Guardian que Motis tem aparência de grande estrela desde a adolescência e descreve o resultado final como “uma sessão que nos prende”. Será igualmente assim em palco, num concerto em que a jovem Andrea Motis poderá mostrar que o talento e a capacidade de encantar não precisa do peso dos anos para se manifestar.

  • Música
  • Porto
  • Qui, 15 de Novembro 2018
  • 21:00

Foro

Casa da Música, Av. da Boavista 604-610, 4149-071 Porto
220-120-220

Entradas

Mais informações

Misty Fest 2018

Créditos

Organizado pela UGURU. Foto: Carlos-Pericas

Ferramentas