Hugo Cruz. Práticas artísticas, participação e política

Hugo Cruz. Práticas artísticas, participação e política

A apresentação do livro “Práticas artísticas, participação e política” decorre com a presença do Benito Burgos integrada no “Festival MEXE” e no âmbito da “Mostra Espanha 2021”.

Existe um interesse crescente pelas práticas artísticas comunitárias, que se reflete numa produção diversificada. A construção destas práticas deu-se numa dupla direção: se, por um lado, a criação artística contemporânea aprofundou a sua dimensão participativa, por outro, a educação e a intervenção comunitária e social recorreram às linguagens artísticas como alternativa às abordagens tradicionais. Este livro pretende conjugar as contribuições da arte e da participação cívica e política, num diálogo entre a teoria e a prática. Discute os elementos das práticas artísticas comunitárias e as potencialidades e pontos fracos dos seus processos criativos, na pesquisa das dimensões que fazem a sua interligação à participação cívica e política, a partir de estudos desenvolvidos em Portugal e no Brasil nos últimos quatro anos.

Com Benito Burgos (Coordenador de Cultura e Cidadania, programa do Ministério da Cultura e Desporto de Espanha), Isabel Bezelga (Universidade de Évora), Isabel Menezes (Universidade do Porto) e Álvaro Laborinho Lúcio (escritor).

Hugo Cruz

Hugo Cruz nasceu no Porto em 1978. No campo da psicologia, o seu trabalho centrou-se na Intervenção Comunitária e Social. Atualmente dedica-se à criação artística para representações em espaços públicos e com a participação de diferentes comunidades.

É investigador no Centro de Investigação e Intervenção Educativas da Universidade do Porto e no Centro de História de Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora. Leciona na ESMAE no âmbito da Criação Artística e Participação Cívica e Política. É programador do Mira Artes Performativas, cofundador da PELE e diretor artístico do MEXE Encontro Internacional.

Cultura e Cidadania é um programa que visa promover a participação cívica na cultura. Através da investigação, do pensamento, do debate, do mapeamento e da programação de atividades diversas, e em colaboração com agentes públicos e privados de todo o Estado, Cultura e Cidadania, promove uma cultura universal, comprometida, crítica e diversa, alicerçada no agenciamento e na participação. Uma cultura que seja também elemento regenerador, estruturante e dinamizador do território e que tenha impacto no desenvolvimento e na economia, na coesão e na inovação sociais. Uma cultura, em suma, que ocupe uma posição central nos processos de construção e transformação das sociedades contemporâneas.

  • Literatura
  • Porto
  • sex, 24 de setembro 2021

Foro

MEXE Praça, Jardim de São Lázaro, Passeio de São Lázaro 33 4000-507 Porto

Entradas

Entrada livre

Mais informações

Mostra Espanha

Créditos

Organizado pela Mostra Espanha e a PELE

Ferramentas