Olhares de Espanha 2017

Olhares de Espanha 2017

A 3º edição do Festival está basada no cinema documental e mostra a cinematografía mais recente das realizadoras espanholas.

Fruto da renovada parceria entre o Instituto Cervantes, o festival Olhares do Mediterrâneo e a Consejaria de Cultura da Embaixada de Espanha em Lisboa, e à semelhança das edições anteriores, a 3ª edição de Olhares de Espanha regressa como um espaço de divulgação da cinematografia mais recente das realizadoras espanholas.

Tal como acontece em Portugal, o cinema documental realizado por mulheres tem vindo a consolidar-se no panorama cinematográfico espanhol, apesar da menor presença feminina que ainda se detecta nas profissões artísticas e técnicas neste âmbito. Nessa medida, escolhemos quatro documentários, que pela sua temática abordam quatro assuntos do maior interesse para o público português, pela sua semelhança com realidades também nossas.

Os primeiros dois filmes falam-nos de duas das instâncias sobre as protagonistas espanholas mais vinculadas à constituição do feminismo em Espanha, ou pelo menos, à presença das mulheres em momentos decisivos para a criação da cultura democrática.

Las constituyentes

  • 14 de Novembro às 18h30.
  • De Oliva Acosta, 2011, 70 minutos.
  • Legendado em português. Ver trailer.

O ciclo abre com Las Constituyentes, que nos fala das 27 mulheres, deputadas e senadoras que – graças ao seu trabalho parlamentar na legislatura constituinte de 1977 – foram protagonistas duma mudança política que conduziu à democracia em Espanha. A sessão será complementada com uma conversa informal com duas mulheres, uma espanhola e uma portuguesa, que nos falarão da sua experiência no período da ditadura.

Excluidas del paraíso

  • 21 de Novembro às 18h30.
  • De Esther Pérez de Eulate, 2016, 75 minutos.
  • Legendado em português. Ver trailer.

O ciclo continua com Excluidas del Paraíso, de Esther Pérez de Eulate, um documentário que procura explorar os mecanismos que ainda reproduzem e perpetuam o patriarcado em pleno século XXI. Também aqui haverá espaço para uma conversa informal, após a sessão.

El lugar de las fresas

  • 5 de Dezembro às 18h30.
  • De Maite Vitoria Daneris, 2015, 93 minutos.
  • Legendado em português. Ver trailer.

Em El Lugar de las Fresas, Maite Vitoria Daneris acompanha durante sete anos o percurso de Lina, uma camponesa idosa italiana que vende hortaliça e morangos no mercado. O seu destino entrelaça-se com o de Hassan, um jovem marroquino imigrante que chega a Itália em busca de melhores condições de vida. Acima de tudo, é um filme poético, que mostra ao público o valor mais essencial e puro do ser humano, através do trabalho agrícola.

La fiesta de otros

  • 12 de Dezembro às 18h30.
  • De Ana Serret Ituarte, 2015, 73 minutos.
  • Legendado em português. Ver trailer.

A terminar o ciclo, La Fiesta de Otros. Ana Serret Ituarte quis ver como são os Invernos de quem vive o Verão, de povoação em povoação, a abrilhantar os festejos estivais de província. Gente habituada a tomar parte neles, olhando, não participando, músicos de uma época que se vai desfazendo lentamente.

  • Cinema
  • Lisboa
  • Ter, Novembro 14 —
    Ter, Dezembro 12, 2017
  • 18:30

Foro

Venue map

Instituto Cervantes de Lisboa, Rua de Sta Marta, 43 F 1169-119 Lisboa
213-105-020

Entradas

Entrada livre

Mais informações

Olhares de Espanha

Créditos

Organizado por Olhares do Mediterrâneo, Instituto Cervantes de Lisboa e Seção de Cultura da Embaixada de Espanha em Lisboa

Ferramentas